Veja quanto pode ser gasto em uma campanha eleitoral em Uberlândia

Em 2008, 11 vereadores gastaram, em média, R$ 49 mil cada um.
Estimativa das campanhas para vereador esse ano ainda não foi divulgada.

Do G1 Triângulo Mineiro

Produção de jingles estão entre os gastos dos
candidatos (Foto: Reprodução/TV Integração)

Na eleição de 2008, 11 vereadores de Uberlândia gastaram no total R$ 457.770,00 na campanha política, de acordo com a prestação de contas apresentada por cada um no relatório na página eletrônica do Tribunal de Superior Eleitoral (TSE). Pelas declarações feitas ao órgão, com a correção da inflação de hoje, cada vereador eleito na época gastou individualmente, em média, R$ 49 mil. Contudo, a estimativa de gastos de uma campanha completa para vereador em 2012 ainda não foi divulgada.

Neste ano, os eleitores brasileiros vão às urnas para escolher candidatos que estarão a frente de decisões políticas municipais nos próximos quatro anos. Serão eleitos vereadores, prefeito e vice. Partidos e candidatos que fazem campanhas não economizam nos gastos. As despesas vão desde propaganda com santinhos, programas de rádio e televisão, sessão de fotos e pesquisas sobre intenção de votos.

Em uma agência especializada em pesquisas em Uberlândia, até junho o levantamento sobre intenção de votos e o perfil do eleitor têm preços diferenciados para quem quer uma cadeira no Legislativo ou Executivo. “Varia de acordo com a margem de erro que a pessoa contratante deseja. Em média, uma pesquisa de 5% de margem de erro com 400 amostras pode sair de R$ 8 mil a R$ 15 mil”, contou o empresário que faz pesquisa eleitoral, André Rios.

 

A música é uma das muitas estratégias dos candidatos a um cargo na política. Conhecida como jingles, eles são produzidos em estúdios especializados e fazem parte de um pacote de marketing para chamar atenção do eleitor. “Geralmente o candidato tem um certo público eleitoral e de acordo com esse público e da forma como ele quer ganhar esses votos nós trabalhamos os jingles”, disse o empresário Leonardo Cerqueiro.
De acordo com o cientista político João Batista Domingues, nem sempre quem gasta mais tem o melhor resultado. “Temos um problema da construção da soberania do povo e não podemos ficar somente na aparência, no formal e no custo. E por falar em custo, quem vai pagar essas contas caras? Isso pode induzir até a corrupção”, explicou.

 

http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2012/06/veja-quanto-pode-ser-gasto-em-uma-campanha-eleitoral-em-uberlandia.html

2 comentários sobre “Veja quanto pode ser gasto em uma campanha eleitoral em Uberlândia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.