tiragem impressa dos maiores jornais brs cai 520 mil exemplares

 

Os principais diários brasileiros continuaram a registrar perdas em suas tiragens impressas em 2017. Quem informa é o site Poder360, observando que a queda no ano passado foi de 146.901 exemplares na circulaçao média diária de 11 dos principais veículos nacionais. Uma tendência que vem se repetindo há 3 anos. De 2015 a 2017, a reduçao na circulaçao média diária impressa foi de 520 mil exemplares. Em dezembro de 2014, a tiragem impressa total desses 11 diários era de 1.256.322 exemplares, em média, por dia. Em dezembro de 2017, o número havia caído para 736.346 – uma reduçao de 41,4%. O levantamento levou em conta, em ordem de tiragem impressa, Super Notícia (MG), Globo (RJ)Folha (SP), Estado (SP), Zero Hora (RS), Valor Econômico (SP), Correio Braziliense (DF), Estado de Minas (MG), A Tarde (BA) e O Povo (CE)Já a paranaense Gazeta do Povo parou de circular em versao impressa diária em 2017 – no início do ano passado sua circulaçao média era de apenas 26,6 mil exemplares por dia. A circulaçao digital desses jornais, que poderia ter compensando, pelo menos em parte, a perda na venda das ediçoes impressas, está deixando a desejar. Nos últimos 3 anos, de 2015 a 2017, esses 11 jornais brasileiros registraram um aumento modesto na venda de assinaturas digitais. O saldo é positivo, mas de apenas 31.768 cópias. No balanço geral, contabilizando as perdas na tiragem impressa e o ganho nas assinaturas digitais, chega-se a uma perda de 488 mil leitores pagantes nos últimos 3 anos.

 

Leia a matéria na íntegra aqui.

 

 

Fonte: Blue Bus

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta