Pesquisas online

Segundo os dados mais recentes divulgados pela ESOMAR, entidade mundial que congrega os pesquisadores de mercado, e referentes ao ano de 2012, as pesquisas online respondem por cerca de 22% de todas as pesquisas que são realizadas no mundo.

 

O Brasil não se encontra dentre os principais mercados para a pesquisa online. No Japão, 40% do total de gastos com pesquisa de mercado foram com este tipo de pesquisa, enquanto na Alemanha a participação chega a 22%. No Brasil, cujos dados não foram relacionados no estudo, provavelmente ainda não chegamos a 10% na participação deste método.

 

A verdade é que este tipo de pesquisa vem apresentando crescimento vertiginoso nos últimos anos, principalmente motivado pela redução de custos com o surgimento de empresas que mantém painéis de consumidores, ou seja, grupos de consumidores que se dispõem a completar questionários em troca de algum tipo de remuneração. Esta remuneração varia desde a premiação em dinheiro, muito utilizada nos Estados Unidos, até o acúmulo de pontuação para trocas futuras por prêmios.

 

Os preconceitos e desconfianças com este tipo de pesquisa vêm se reduzindo. Comparações de resultados de pesquisas realizadas online e por meio de outras formas mais convencionais, tais como por telefone ou então presencialmente, mostram que a confiabilidade nas pesquisas virtuais cresce a cada dia e se aproxima destes métodos tradicionais. Toda pesquisa de mercado requer um cuidado especial com a amostra que é base sobre a qual são feitas todas as análises que são extrapoladas para os universos em estudo. No caso da pesquisa online o cuidado é o mesmo, porém o rigor deve ser elevado para se minimizar a ocorrência de fraudes já que é muito mais fácil alguém se fazer passar por outro apenas para se encaixar no perfil de respondente que está sendo procurado.

 

É fundamental ressaltar que um fator decisivo para o crescimento da utilização das pesquisas online diz respeito ao prazo. Enquanto uma pesquisa tradicional, mesmo que com o apoio de tecnologia na coleta e processamento de dados pode durar dias ou semanas, é possível obter alguns resultados até mesmo em horas com a utilização do ambiente virtual.

 

Algumas experiências começam a ser desenvolvidas no sentido de garantir que a pessoa que responde tem efetivamente o perfil desejado. Alguns algoritmos vêm sendo testados com o intuito de personificar melhor a pessoa do outro lado da tela do computador.

 

Precisamos romper de vez aqui no Brasil as restrições com este tipo de pesquisa, pois cá entre nós, é um futuro que pode demorar um pouco, mas não vai tardar a chegar. O ambiente virtual invade cada vez mais atividades outrora impensáveis fora do ambiente físico. A tecnologia está definitivamente incorporada ao dia a dia das pessoas, seja nas compras pelo ambiente virtual, na utilização do internet banking, em seus dispositivos fixos ou, cada dia mais, em seus dispositivos móveis.

 

Alguns aplicativos já utilizam a rede de smartphones para solicitar a participação de pessoas em pesquisas ou então realizem algum tipo de tarefa, tal como tirar fotos de algum display, produto ou loja. Uma interessante pesquisa apresentada há alguns anos em um Congresso mundial de pesquisa, por exemplo, mostrou que a maior incidência de contato do consumidor com uma marca ocorre quando ele está em frente ao produto, na loja, no supermercado, no restaurante, no bar, abrindo a geladeira ou a despensa. Este dado só foi possível de se obter por meio do uso de smartphones que permitiam que o consumidor informasse exatamente a hora em que estava em contato com a marca. Esta é apenas uma aplicação dos dispositivos de comunicação, dentre as inúmeras que podem ser idealizadas.

 

Compete àqueles que realizam ou se utilizam de pesquisas e avaliações de mercado, reduzir ao máximo a imponderabilidade acerca dos resultados. Por outro lado ainda existe um espaço enorme a ser desbravado no que diz respeito às concepções tecnológicas na forma de softwares e aplicativos que podem apoiar a realização deste tipo de investigação, trazendo maior confiança e menor prazo para a geração de informações relevantes para a tomada de decisões.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.