pesquisa inovadora sobre Geração Y

Boo-Box e Hello Research divulgam resultados de pesquisa inovadora sobre Geração Y  

19 de março de 2012

Conduzida 100% online, pesquisa exclusiva revela que 74% dos entrevistados das classes A, B e C acessam a Internet de casa e 76% da classe A utiliza Twitter

boo-box, consolidada como a maior empresa de tecnologia em publicidade para mídias sociais da América Latina, em parceria com a Hello Research, primeira startup brasileira de inteligência de mercado, anunciam os resultados de uma pesquisa inédita sobre o novo comportamento dos jovens adultos, a c hamada Geração Y. Por meio da metodologia On-Target Hello Research, o estudo realizado de outubro a novembro de 2011, com mais de três mil entrevistados, comprova mudanças no perfil dos jovens usuários de Internet no Brasil.

O On-Target Hello Research trabalhou com mídia de performance, diversos níveis de segmentação, cruzamento de dados de maneira intuitiva e orgânica e método próximo às pesquisas presenciais. “O principal diferencial foi a metodologia utilizada no estudo, que abordou de forma estratégica o nosso público-alvo. Conseguimos obter informações muito interessantes sobre a geração Y com o máximo de eficiência e segmentação com baixo custo”, afirma Marco Gomes, fundador e CMO da boo-box. “A proposta do estudo consistiu em avaliar se determinados fundamentos e conceito s sobre a geração Y estavam de acordo com o seu padrão comportamental real. Os resultados foram surpreendentes”, aponta.

O estudo foi realizado através de análise on-line, com entrevistas realizadas a partir das redes sociais, como o Twitter e Facebook, além do plano de mídia da boo-box por meio de anúncios e banners. Cerca de três mil jovens de 18 a 30 anos responderam um questionário que contou com critérios de família, grau de independência, profissão, religião, atividade física, meio de transporte, Internet, redes sociais, pirataria, privacidade, real versus digital e marcas na Internet. “O ponto alto do estudo foi colocar em pauta questões que o senso comum já definia como encerradas sobre essa geração. Com ele, conseguimos perceber que existe mais preconceito sobre o tema do qu e, propriamente, dados concretos e atuais”, declara Davi Bertoncello, VP de Planejamento da Hello Research.

Resultados

A maioria dos jovens de até 25 anos são solteiros (87%), sendo que, de 25 a 30 anos, o percentual de casados passa de 13% para 32%. Ao contrário da percepção comum, é baixa a diferença de jovens com filho por região. O menor índice é na região Sul, com 9%, enquanto o maior, no Norte, é de 13%.

A ideia de liberdade, apesar de ser bastante valorizada pelos jovens, se contrasta com a questão de conforto e comodidade. Mais do que a metade dos entrevistados ainda mora com os pais (67%), sendo que a proporção cai de acordo com o aumento da idade. A relação entre classe social e saída precoce da casa dos pais também ficou evidente: enquanto 84% dos entrevistados da classe A ainda vivem com os pais, o número cai para 47% na classe D.

Sobre a profissão, o jovem ainda prefere segurança em vez de grandes desafios. A maioria trabalha (58%), e os homens estão mais inseridos no mercado profissional do que as mulheres (63% e 52% respectivamente). A escolha pelo emprego se justifica pela possibilidade de realização (23%) e remuner ação (19%).

O uso de Internet está cada vez mais democrático e espalhado por todas as regiões brasileiras. Sites de notícias e blogs já são a principal fonte de informação de 53% dos jovens, mais do que telejornais, que são a principal fonte de 48%. Além disso, a rejeição a revistas e jornais nas classes A e B chega a 67%, enquanto 53% confiam em blogs. O tempo de navegação é em média 31 horas por semana e a maioria das classes A, B e C acessam a Internet em casa (74%) – as classes D e E utilizam lanhouses. O Twitter se posicionou como uma rede social de formadores de opinião e de jovens de classes sociais mais abastadas, sendo usado por 76% dos entrevistados de classe A.

Nessa mesma categoria, foram também analisados os aspectos de pirataria (57% dos jovens afirmam fazer downloads piratas com frequência, com predominância das classes A e B), privacidade (há grande preocupação em segurança, com destaque às mulheres – 91%) e traição on-line (a maioria considera troca de mensagens picantes como traição).

Para a exposição das marcas na Internet, a pesquisa destacou a forte importância do boca-a-boca na rede: para 48% dos entrevistados, a melhor forma de decidir uma compra é conversar e escutar a opinião de amigos e parentes. Já para 65% dos usuários, é importante interagir com suas marcas favoritas e 16% usam as mídias sociais para acompanhar, curtir ou reclamar.

“Acreditamos que essa pesquisa traz uma ampla contextualização sobre como o jovem de hoje pensa e age. A partir deste mapeamento comportamental, as empresas poderão entender melhor o que eles precisam e querem atualmente. Esse entendimento é fundamental para o posicionamento das marcas, a gestão de relacionamentos a longo prazo e na elaboração de planos de marketing 2.0”, completa Marco Gomes.

Sobre a boo-box

A boo-box é a primeira empresa brasileira de tecnologia para publicidade e mídias sociais. Sua tecnologia classifica e categoriza o público de 310 mil sites, exibe anúncios mais interessantes para 80 milhões de pessoas no Brasil, monetiza a audiência de 40 mil produtores de conteúdo e gera melhor retorno sobre o investimento para anunciantes e agências de publicidade. Desde 2007 tem investimento da Monashees Capital e em 2010 foi a única empresa brasileira a receber investimento da Intel Capital.

Sobre a Hello Research

Idealizada pelo empresário Davi Bertoncello (ex WMcCann, AgênciaClick e Ogilv y) em parceria com Jair Gagliego (presidente do instituto D’Fatto Pesquisa), a Hello Research é a primeira start-up brasileira de inteligência de mercado. A ideia central do negócio está em enxergar o pensamento interativo de forma orgânica, capaz de gerar respostas mais qualificadas, em um universo representativo de 80 milhões de pessoas (número atual aproximado de usuários de internet no país). Para a Hello Research, nada é mais importante do que a geração de informação relevante, capaz de agregar valor e produzir insights valiosos na adoção de estratégias vencedoras das grandes marcas. Assim, foi criado um modelo digital mais próximo da pesquisa face a face, algo possível apenas a partir da adoção da metodologia OnTarget, baseada em mídia de performance atrelada a segmentações cada vez mais apuradas que elevam o nível das possibilidades de pesquisa na web.

Mais informações para a Imprensa

NR-7 Comunicação

Nelson Rodrigues (nelson@nr-7comunicacao.com.br)

Bruno Pinheiro (bruno@nr-7comunicacao.com.br)

Bárbara Veríssimo (barbara@nr-7comunicacao.com.br)

Susana Byun (susana@nr-7comunicacao.com.br)

Tel: (55 11) 2389-5807 / 2389-5810

 

http://www.inteligemcia.com.br/65513/2012/03/19/boo-box-e-hello-research-divulgam-resultados-de-pesquisa-inovadora-sobre-geracao-y/

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.