Pesquisa Fipe não é mais Fipe

Nielsen assume pesquisa que há 15 anos ajuda a entender como os livros são produzidos e vendidos no Brasil

Por 15 anos o Instituto Fundação de Pesquisas Econômicas (Fipe) foi o responsável pela apuração da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, um dos principais balizadores estatísticos da indústria nacional de livros. A partir desse ano, o estudo passará para as mãos da Nielsen, instituto de pesquisa de origem inglesa que já monitora o varejo de livros no Brasil desde 2013 e que já realiza levantamentos semelhantes no Reino Unido, Nova Zelândia e Índia.

A pesquisa analisa as publicações de livros no Brasil, dispondo o ano anterior como base. O estudo apresenta também a performance do mercado como um todo e de cada um dos seus quatro subsetores: Didáticos; Científicos, Técnicos e Profissionais (CTP); Obras Gerais e Religiosos.

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o Sindicato Nacional de Editores de Livros (SNEL), entidades responsáveis pelo estudo, garantem que as editoras não sentirão diferenças na nova gestão da apuração dos dados. A Nielsen deverá seguir os mesmos critérios de antes e continuará, pelo menos por enquanto, com o mesmo modelo de questionário consolidado ao longo dos últimos anos. O questionário passará a ser aplicado a partir do próximo dia 15.

No entanto, CBL e SNEL informam que o conteúdo digital deverá ganhar mais visibilidade na próxima edição do estudo cujos resultados serão apresentados no fim de abril.

A economista Mariana Bueno, que já estava à frente da pesquisa na Fipe, foi absorvida nos quadros da Nielsen e continuará tocando o estudo.

Fonte: publishnews

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.