Media Book revela os hábitos de mídia e investimentos publicitários

O Media Book 2012, publicação do IBOPE Media que reúne informações consolidadas do consumo de mídia em 13 países da América Latina, já está disponível para consulta da imprensa. A publicação contém dados de investimento publicitário, audiência de TV, rádio, internet, jornal e revista. O Media Book também traz dados gerais dos países, como a penetração de meios.

No Brasil, de acordo com o Target Group Index, a TV aberta tem 97% de penetração, enquanto rádio tem 76%, internet 53%, jornais 46%, TV por assinatura 35% e revistas 33%.

A TV aberta também tem penetração acima de 90% nos demais países da América Latina, com exceção da Guatemala, onde é de 85%. Já a TV por assinatura tem as maiores penetrações na Colômbia (78%), Argentina (71%) e Peru (64%).

Audiência – A novela em horário nobre continua comandando os índices de audiência na televisão brasileira. Em 2011, a média desse programa foi de 38,5 pontos de segunda a sábado, pouco acima dos 37,01 pontos de 2010, de acordo com o Media Workstation. Quando considerado apenas os programas de final de semana, a novela em horário nobre ainda lidera, mas com uma pequena queda: média de 31,22 pontos, o mesmo nível de 2010.

Nos outros países, o futebol mostra a sua força. No Equador, dos dez programas mais vistos nos finais de semana, nove são jogos de futebol, com destaque para a partida entre Equador x Venezuela e para a Liga dos Campeões da Uefa, com média de 23 pontos de audiência cada.

Na Guatemala, o TOP 10 de fim de semana é composto por oito partidas de futebol. A mais assistida foi Guatemala x México, com média de audiência de 29,69 pontos. Já no Peru, o TOP 10 foi composto por nove programas esportivos, dos quais oito são de futebol. Lidera a lista a partida da Copa América entre as seleções peruana e venezuelana, que teve 43,47 pontos de audiência. Na terceira posição está a luta de boxe feminino entre a peruana Kina Malpartida e a norte-americana Rhonda Luna, com média de 39,17 pontos.

Investimentos – O Media Book revela diferenças na participação dos meios no mercado publicitário latino-americano. No Brasil, a TV aberta recebeu 53% da verba publicitária em 2011, seguida pelos jornais, que receberam 20%. No México, a TV aberta também está no topo da lista, com 64% do volume movimentado no ano, porém a segunda colocação é ocupada pelo rádio, com 20%.

Entre os setores econômicos, o segmento comércio foi o que mais investiu em propaganda no Brasil, Argentina, Chile, Panamá e Uruguai. Por aqui, o montante foi de mais de US$ 11 bilhões.

Enquanto isso, no Peru e na Costa Rica as empresas de telecomunicações lideram o ranking, com US$ 1,2 bilhão e US$ 61 milhões, respectivamente. No mercado mexicano, o segmento de saúde, higiene pessoal e cosméticos está no topo da lista, com investimentos de mais de US$ 3 bilhões em publicidade.

Para acessar o Media Book 2012 clique no link abaixo

http://www.ibope.com.br/ibope_media/2012/mediabook/pt/

 

Anúncios

Deixe uma resposta