Imagem dos candidados a prefeito de São Paulo – 2º turno

Fonte:

http://datafolha.folha.uol.com.br/po/ver_po.php?session=1268&utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

 

Serra é visto como o mais preparado para cuidar da Saúde; e Haddad, da Educação

Os dois candidatos que disputam o segundo turno da eleição em São Paulo tem imagens contraditórias perante o eleitorado da cidade. Líder em intenção de voto a quatro dias da votação, Fernando Haddad (PT) é visto por menos eleitores como preparado para ser prefeito do que seu adversário, José Serra (PSDB), que é tido também como o mais inteligente. O tucano, porém, tem sua imagem atrelada à defesa dos mais ricos, e ainda é o mais citado quando se questiona o eleitor quem faz mais promessas do que pode cumprir.

Entre os atributos pessoais, 46% avaliam que Serra é o candidato mais inteligente, 29% indicam Haddad, e 11%, os dois, patamar similar ao dos que não souberam responder (9%). Sobre qual deles é o mais indeciso, 41% indicaram Serra, 33%, Haddad, 8%, nenhum deles, 5%, os dois, e 13% ficaram indecisos sobre a questão.

O tucano tem quase o dobro de indicações do petista na questão sobre qual dos candidatos é o mais realizador (50% a 27%), e uma distância ainda maior na questão sobre quem é o mais autoritário (58% a 22%). O candidato do PT leva vantagem sobre o peessedebista no aspecto modernidade e inovação: para 58%, Haddad é o mais moderno e inovador, e 23% dizem o mesmo sobre Serra.

Quando questionados sobre quem é o mais preparado para ser prefeito de forma geral, 44% indicaram Serra, 39%, Haddad, 11%, nenhum deles, 1%, os dois, e 5% não souberam responder. O tucano também é visto por uma fatia maior de eleitores como o mais preparado para cuidar da saúde (52%, ante 31% que indicam Haddad). O candidato do PT, no entanto, é visto como o mais preparado para cuidar da educação por 48% (ante 35% que dizem o mesmo sobre Serra).

Para cuidar da área de transporte, 44% veem Haddad como o candidato mais preparado, enquanto 34% dizem o mesmo sobre Serra. Em relação à área do trânsito, 40% indicam Haddad como o mais preparado para cuidar dessa área em São Paulo, e 32% citam Serra.

Uma fatia de 43% do eleitorado paulistano avalia que Serra é quem mais faz promessas que não pode cumprir. Outros 28% fazem a mesma avaliação sobre Haddad, e 16% dizem que os dois prometem mais do que podem cumprir.

Entre os aspectos que mais diferenciam os candidatos está a defesa de ricos e pobres. Para a maioria (58%) dos eleitores, Serra é o candidato que mais defenderá os ricos, caso seja prefeito. Esse índice fica em 13% para Haddad, no mesmo patamar dos que dizem que os dois defenderão os ricos (10%) e indecisos (8%). A situação se inverte em relação aos mais pobres: 56% acreditam que Fernando Haddad é quem mais defenderá os mais pobres, e 20% dizem o mesmo sobre José Serra. Para 14%, nenhum deles defenderá os mais pobres, 6% não souberam responder, e 2% indicara quem os dois defenderão os mais pobres.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.