Circulação de jornais cresce no país

Fonte: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed731_circulacao_cresce;_folha_assume_a_lideranca

 

Folha alcançou a liderança entre os jornais brasileiros em dezembro de 2012, superando o diário popularSuper Notícia, de Minas Gerais, em número de exemplares diários em circulação. O número de exemplares da Folha em circulação atingiu a média diária de 297.650, segundo dados do IVC (Instituto Verificador de Circulação) divulgados ontem (23/1).

O patamar, que inclui as plataformas papel e digital, representa uma alta de 4% em dezembro do ano passado ante o mesmo mês de 2011, superando em 26% a circulação de O Estado de S. Paulo, que recuou 11% no mesmo período. No acumulado do ano, a circulação da Folha cresceu 0,3%, enquanto o Estadoteve uma queda de 4,9%.

De acordo com os dados do IVC, que audita cerca de cem títulos no país, inclusive publicações não diárias, o mercado de jornais cresceu 1,8% no ano passado. Com o crescimento, a média diária de circulação no país foi de 4,52 milhões de exemplares, um recorde histórico, segundo a entidade.

Digital

Segundo Pedro Martins Silva, presidente do IVC, o aumento foi impulsionado pela expansão das edições digitais de jornais, de 128% em 2012 ante o ano anterior. “As edições digitais cresceram fortemente e vão continuar avançando, à medida que aumenta o acesso a dispositivos móveis e à banda larga no país e diante do maior investimento dos jornais nesse canal”, afirmou.

Em dezembro, a participação dos exemplares digitais chegou a 4% da circulação dos jornais brasileiros. No acumulado do ano, a fatia representou 3,2% do total. Dos 100 títulos auditados pelo IVC, 24 já possuem uma versão digital da publicação, seja adaptada para leitura em dispositivos móveis ou apenas no computador, diz Silva. Dentro desse universo, as edições digitais representam 11% da circulação. Em 2011, 17 jornais auditados pelo IVC tinham uma edição digital.

A estimativa do IVC é que a participação das edições digitais chegue a 6% neste ano, se mantido o ritmo de crescimento do número de jornais que disponibilizam suas versões nesse formato, de 120% ao ano.

Segundo Silva, a expansão do setor em 2012, de 1,8%, superou o crescimento da economia, o que não ocorre em outros países. “No resto do mundo, os jornais têm reduzido sua circulação, o que não ocorre por aqui”, afirma.

Venda avulsa

De acordo com o balanço do IVC, as assinaturas de jornais tiveram crescimento de 3,4%. Já o número de vendas avulsas ficou estável.

Isso ocorre, segundo Silva, porque os downloads de edições digitais não são contabilizados como venda avulsa, por uma questão técnica.

Os dados consolidados do instituto mostram ainda que os jornais populares (de até R$ 0,99) cresceram 1,3% em 2012. Já os que custam mais de R$ 2,00 tiveram aumento de circulação de 1,4%.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.