Alerta da ONU sobre piora da crise climática afeta empresas e consumidores

A corrida contra o tempo para evitar os efeitos da mudança climática acelerou e iniciativa privada pode liderar ações efetivas no cumprimento das ODS

São Paulo, 10 de julho de 2021 – A Organização das Nações Unidas (ONU), 29 anos após a assinatura do Protocolo de Kyoto e da Rio 92 — dois marcos na divulgação da crise climática e nas tratativas para tentar freá-la –, alertou que a situação chegou em um ponto crítico mais rápido do que o previsto e, se mantiver o ritmo, as catástrofes climáticas serão cada vez mais frequentes. O cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)  na frente ambiental se tornou ainda mais urgente. “Estamos presenciando na realidade o que poderia fazer parte de filmes de ficção. Incêndios devastadores, cidades arrastadas por enxurradas, temperaturas extremas, rios secos”, diz Marcus Nakagawa, coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Sócioambiental. 

O relatório de 42 páginas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) foi divulgado três meses antes da COP-26, a cúpula do clima, que ocorrerá em Glasgow, na Escócia. Segundo Nakagawa, o papel das empresas com relação ao clima fica cada vez mais importante. “Investir cada vez mais em energia limpa e renovável, colocar efetivamente o ESG no negócio, não só em ações paralelas, reduzir o impacto ambiental das atividades produtivas e de prestação de serviços e determinar metas ambiciosas para a redução da emissão de carbono são medidas que não podem esperar.”

Para Nakagawa, também é papel das empresas orientar o mercado em relação ao consumo consciente e ao impacto das escolhas individuais no futuro do planeta. Empresas também devem engajar seus fornecedores a produzir dentro de padrões rigorosos de respeito ao meio ambiente. “Um caso exemplar é o da Timberland, que foi categórica ao divulgar que não compraria mais insumos do Brasil, enquanto o país não estancasse o desmatamento e as queimadas”, afirma Nakagawa.

Sobre a ESPM

A ESPM é uma escola de negócios inovadora, referência brasileira no ensino superior nas áreas de Comunicação, Marketing, Consumo, Administração e Economia Criativa. Seus 12 600 alunos dos cursos de graduação e de pós-graduação e mais de 1 100 funcionários estão distribuídos em oito campi – quatro em São Paulo, dois no Rio de Janeiro, um em Porto Alegre e um em Florianópolis. O lifelong learning, aprendizagem ao longo da vida profissional, o ensino de excelência e o foco no mercado são as bases da ESPM.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.