Pesquisa aponta pessimismo dos profissionais de comunicação sobre o mercado


O aumento das insatisfações com o quadro político do país e o declínio da economia nos últimos meses, impactou negativamente nas expectativas dos líderes da indústria de comunicação em relação ao crescimento do mercado em 2015. A conclusão é da pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado, Opinião e Mídia (ASBPM) para o Fórum Permanente da Indústria da Comunicação (ForCom).

O levantamento foi feito em duas ondas, a primeira em dezembro de 2014 e a segunda em março de 2015, analisando as opiniões de 62 empresários.

Em dezembro, 52% acreditavam que o faturamento do setor seria maior em 2015, e 19% que seria menor. Em março, 48% possuíam uma visão otimista, contra 36% que esperavam redução.

Quanto à rentabilidade, 71% dos entrevistados em março esperavam queda, enquanto 29% que achavam que seria igual e nenhum acredita que o número que vai subir. Em dezembro, havia um pouco de otimismo, com 13% na expectativa de lucros maiores.
A pesquisa analisou também o nível de investimentos das empresas. Antes, 32% previam uma diminuição em 2015. Agora, 55% pensam dessa forma. Em dezembro, 52% dos entrevistados acreditava que a oferta de emprego seria menor. Este ano, 81% mantêm a opinião e nenhum deles aposta no crescimento da oferta.
Segundo o Presidente da ASBPM, Rubens Hannun, o objetivo do levantamento é traçar quais os temas que trazem preocupações para as indústrias e as expectativas da categoria em relação ao cenário econômico e político. A partir do cruzamento das informações, é possível perceber temas comuns e estender a força de representatividade sobre determinadas bandeiras.
“A pesquisa mostrou a realidade que as indústrias precisam para mudar este cenário. É um momento de adequação. Depende de cada um. O que não pode é ter uma paralisação. Tem que ser ativo. E essas as ações devem ser ponderadas, conscientes e claras”, afirma Hannun.
No último encontro com as entidades do ForCom, em novembro passado, os principais temas discutidos foram liberdade de expressão comercial, publicidade infantil e andamentos do V Congresso Brasileiro da Indústria da Comunicação. A próxima reunião deve ocorrer em 2017 para uma nova explanação sobre as mudanças que afetam o setor.
*Com supervisão de Jéssica Oliveira.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s